Aspectos gerais:

Extensão territorial: 14.026 km².

Localização: Europa.

Capital: Podgorica.

Clima: Mediterrâneo.

Governo: República parlamentarista.

Divisão administrativa: 21 municipalidades.

Idioma: Montenegrino.

Religiões: Cristianismo 66,4% (ortodoxos 57,8%, outros 8,6%), islamismo 17,9%, sem religião 12,5%, ateísmo 3,2%.

População: 600.000 habitantes.

Densidade demográfica: 42,7 hab/km².

Taxa média anual de crescimento populacional: 0,02%.

População residente em área urbana: 60%.

População residente em área rural: 40%.

Esperança de vida ao nascer: 76,8 anos.

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,769.

Moeda: Euro.

Produto Interno Bruto (PIB): 4,5 bilhões de dólares.

PIB per capita: 5.230 dólares.

Relações exteriores: Banco Mundial, FMI, ONU.

 

Montenegro

 

Introdução


Montenegro é um pequeno país do sul da Europa que, durante a maior parte do século XX, fez parte da Iugoslávia. Depois que ela se desmembrou, Montenegro passou a integrar um novo país, chamado Sérvia e Montenegro. Em 2006, Montenegro declarou sua independência.

 


 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

Geografia 


Montenegro fica na península dos Bálcãs, ao longo do mar Adriático. Faz fronteira com a Croácia, a Bósnia e Herzegovina, a Sérvia, o Kosovo e a Albânia. A maioria do território montenegrino é formado por montanhas e vales acidentados. A maior parte do país tem invernos frios e verões quentes.

As florestas cobrem cerca de um terço de Montenegro. A vida selvagem inclui raposas, lobos, gatos e porcos selvagens, ursos, cervos e muitos tipos de pássaros.

População 


A maioria da população do país é formada por montenegrinos, um povo eslavo aparentado aos sérvios da Sérvia. A maior parte dos montenegrinos e dos sérvios é formada por cristãos ortodoxos que falam o idioma sérvio. Montenegro tem minorias de bósnios e albaneses, que são principalmente muçulmanos.

Economia 


A manufatura responde pela maior parte da economia montenegrina. As fábricas processam alimentos e metais como o aço. Os agricultores plantam grãos e criam ovelhas e cabras. A mineração, a exploração da madeira e o turismo também são importantes.

História 


O território onde atualmente fica Montenegro é povoado desde a Antiguidade. Os ancestrais eslavos dos montenegrinos chegaram à área no século VII. Montenegro tornou-se parte do império dos sérvios no século XII. Em 1389, os turcos otomanos conquistaram a Sérvia, mas não Montenegro, que continuou independente por mais de quinhentos anos.

No início do século XX, Montenegro combateu ao lado dos sérvios para acabar com o domínio turco sobre a região. Em 1918, aliou-se à Sérvia e aos países limítrofes para formar um país maior, que recebeu o nome de Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos. Em 1929, o país mudou de nome para Iugoslávia.

Nos anos 1990, várias partes da Iugoslávia se separaram, tornando-se países independentes. Uma guerra civil teve início. Quando os conflitos acabaram, somente Montenegro e Sérvia ainda faziam parte da Iugoslávia. Em 2003, o país trocou de nome, passando a chamar-se Sérvia e Montenegro. Por fim, Montenegro recobrou sua independência em 2006.

Religião


A maioria da população é ortodoxa (70,2%) e o protestantismo é seguido por menos de 7% dos montenegrinos. A comunidade evangélica é pequena mas estão em crescimento, com um número que aumentou cinco vezes  nos últimos anos, mas ainda são somente 0,03% da população.
Minorias étnicas têm pouca ou nenhuma interação com o evangelho:   
-os Bósnios, (11% da população) em sua maioria muçulmana, têm extrema hostilidade contra os cristãos por conflitos durante a década de 1990;  
-os Albaneses, entre os quais não há igrejas evangélicas ou grupos de crentes e 
-os Romanis, que são  0,5% da população, mas provavelmente muito mais – que ainda não conhecem a Jesus.

Oremos para que os montenegrinos busquem a identidade de Cristo em meio a sua nacionalidade recém-conquistada, em 2006. A independência trouxe otimismo e esperança. Montenegro é um país pequeno, mas tem grande potencial. Por isso, a independência é o ponto chave para acabar com a inimizade, entre as comunidades étnicas / religiosas. Oremos para que Montenegro seja uma nação justa, livre de corrupção e pacífica pela harmonia entre as etnias.

me-flag.jpg