DOUTRINAS 



A Igreja e o divórcio


O casamento é uma instituição divina (o que Deus ajuntou não separe o homem Mt 19:6). Portanto a Igreja considera o casamento indissolúvel; somente em duas circunstâncias poderá ser dissolvido.:

a) Infidelidade conjugal, mas mesmo neste caso é melhor que haja perdão e reconciliação.

b) Abandono por uma das partes, ou seja o conjugê descrente em uma decisão unilateral decide pelo término do casamento (1 Co 7.15: “...E se o descrente quiser apartar-se, que se aparte”).   


A Igreja não aceita a infidelidade conjugal nem por parte do homem nem por parte da mulher. Ambos tem o dever de ser fiel um ao outro e a Deus.